Preso ganha liberdade provisória, anda 50m e mata idosa

0
522

Um ex-presidiário foi preso em flagrante em Curitiba minutos após receber a liberdade provisória na quarta-feira (20). Depois de colocar a tornozeleira eletrônica na Vara de Execuções Penais, ele andou 50 metros até o outro lado da rua, invadiu e roubou uma casa e matou uma senhora de 72 anos.

O suspeito de latrocínio tem 25 anos e esteve na casa da idosa por cerca de 20 minutos no momento do crime, de acordo com o sistema de monitoramento de tornozeleiras do Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen). Ele foi preso em flagrante circulando próximo da residência. O jovem já tem um histórico de crimes contra o patrimônio, sendo roubo um deles.

O corpo da idosa foi encontrado por volta das 9h pelo cuidador de 20 anos, que vivia em uma edícula na casa e foi encaminhado à delegacia para prestar depoimento. Ela era cadeirante, não era casada e não tinha filhos. Foi estrangulada com um moletom que lhe pertencia. A família relatou à polícia a falta da televisão, do celular e de joias da vítima – os parentes contam que ela guardava na residência joias avaliadas em R$ 3 milhões.

“Crime de ousadia pela localização, em rua bastante movimentada, na frente da Vara de Execuções Penais. Local sem cerca eletrônica, não era local de difícil acesso. Local bem movimentado e requer ousadia por parte do assaltante”, afirmou a delegada Camila Cecconello, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil ao jornal A Gazeta do Povo.