‘Stalkerware’: o software que espiona seu parceiro cada vez mais usado no Brasil

0
304
Brasil é o terceiro país que mais usa aplicativo que espiona parceiro à distância

Ele permite acessar todas as mensagens de um dispositivo alheio, registrar as atividades na tela, rastrear localizações de GPS e até usar a câmera para espionar o que uma pessoa faz.

De acordo com a empresa de segurança cibernética Kaspersky, o número de pessoas que descobriram esse tipo de software em seus dispositivos aumentou em pelo menos 35% em 2018.

Os pesquisadores da Kaspersky dizem que suas tecnologias de proteção detectaram o stalkerware em 37.532 dispositivos até o início de outubro de 2019.

E o principal pesquisador de segurança da empresa, David Emm, diz que esta é apenas a “ponta de um iceberg muito grande”.

“A maioria das pessoas protege rotineiramente um laptop ou computador de mesa, mas muitas pessoas não protegem um dispositivo móvel”, diz ele.

“Essas informações são provenientes das instalações do nosso produto de segurança (em smartphones)… e esse número nem chega perto do que seria o total”.

As conclusões do Kaspersky indicam que a Rússia é o país com os mais altos níveis de atividade de stalkerware. Eles são seguidos pela Índia, Brasil, Estados Unidos e Alemanha.