UEG é selecionada pelo Projeto Rondon

0
348

A Universidade Estadual de Goiás (UEG) foi uma das instituições de ensino superior contemplada para participar das operações do Projeto Rondon, que serão realizadas nos municípios de Corumbá (MS), Boa Vista do Ramos (AM), Chapada dos Guimarães (MT) e Ferreira Gomes (AP). As atividades deverão ser realizadas no período de 8 de julho a 1ª de agosto.

O resultado das propostas selecionadas foi divulgado no dia 19 março, pela coordenação-geral do Projeto Rondon. Os participantes da UEG irão compor a Operação Peixe-Boi, que atuará no município de Boa Vista do Ramos, no estado do Amazonas. Esse  grupo está destinado a desenvolver atividades que englobem áreas da  cultura, direitos humanos e justiça, educação e saúde.

A ação apresentada pela UEG foi concebida por meio da integração de duas propostas desenvolvidas pelos professores Carlos Cipriano Júnior, da Unidade Universitária Laranjeiras, em Goiânia; e pela professora Cibele Pimenta, da UEG de Quirinópolis.  Entre os dias 3 e 9 de abril o docente Carlos Cipriano viaja para o Amazonas para fazer uma triagem no município e verificar como será desenvolvida a parte operacional das ações previstas.

Ações
Os trabalhos desenvolvidos na cidade, durante os 15 dias de atividades, serão nas áreas audiovisual e de saúde. Cipriano prevê a realização de quatro ações. A primeira é a oficina “Paisagens Audiovisuais”, que consiste em ensinar alunos de uma  escola municipal a captação de som e imagem para construir paisagens fotográficas. “O objetivo é descobrir os olhares desses estudantes”, afirma Cipriano.

A outra atividade, direcionada para professores da cidade, é ensinar técnicas de como usar desenhos animados em sala de aula. A terceira é um minicurso, que tem por objetivo mostrar técnicas de como realizar um vídeo documentário sobre a identidade cultural de Boa Vista do Ramos.

A última atividade, na área audiovisual, é o “Cineclube em Ação”, que exibirá alguns filmes seguidos de debate. “A nossa intenção é fomentar o cineclube lá. Como no município há equipamentos,  é possível, se a comunidade interessar, manter o projeto. É uma ação de efeito prolongado”, explica Cipriano.

A professora Cibele Pimenta, do curso de Biologia na UnU Quirinópolis, está com a proposta de desenvolver palestras e atividades práticas que têm por objetivo conscientizar a população sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), bem como de outras doenças causadas por bactérias.

“Levaremos microscópio, lâminas e outros materiais para mostrar o que é vírus e bactérias e mostrar como esses agentes agem na célula humana”, ressalta. De acordo com Cibele, o trabalho é para deixar mais visível o conhecimento, já que não faz parte do dia-a-dia dos alunos da região essa condição de análise.
 
Cadastro dos Rondonistas
Os estudantes da UEG que desejarem integrar as equipes do Projeto Rondon devem fazer seu cadastro junto a Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis (PrE) até o dia 25 de abril. O departamento ficará responsável pelo cadastramento após uma prévia seleção dos acadêmicos interessados na execução das atividades.

No site do Ministério da Defesa podem ser obtidas informações das datas de realização dos trabalhos,  transporte, alimentação e logística, que ficarão sob responsabilidade do Projeto Rondon. Para mais informações os interessados devem entrar em contato com a Coordenação de Extensão da PrE, no telefone (62) 3328 1184 ou 3328 1110.

(Marcelo Tavares)

fonte: http://www.ueg.br